Não existe divórcio de filhos

Ou pelo menos não deveria de existir.

Quando nos apaixonamos tudo é lindo, o nosso cerebro não consegue ver defeitos nessa pessoa. Ela é maravilhosa, a melhor pessoa que já conhecemos. No inicio é sempre assim, só com o passar do tempo é que conseguimos abrir a pestana e ver a pessoa com olhos de ver. Ao conhecermos essa pessoa muitas vezes apaixonamo-nos mais por ela, pelos seus defeitos que agora reconhecemos mas aceitamos, outras vezes sai carta furada e apercebemo-nos que esta não é a pessoa certa para nós. Será que nos apercebemos tarde demais? Nunca é tarde de mais para redescobrir a felicidade. Mas e se tivermos um filho nos braços? Vou virar costas a uma vida familiar? Afastar-me do meu filho?

Mas que raio tem uma coisa a ver com a outra?
Se tiverem o tutano todo... uma coisa não tem NADA a ver com a outra.

Homens, mulheres, há muitos.. Uns vão outros vêm. Um namorado, um marido não é nem nunca nos foi nada. Hoje podemos amá-lo, amanhã não somos nada um ao outro.

Os filhos... bem os filhos são para sempre. São a nossa responsabilidade, nós escolhemos tê-los, são parte de nós.

Mães, pais separados são apenas isso... separados. Ninguém deixa de ser mãe ou pai ou pelo menos não deveria. Continuam a ser uma familia, a familia do pai e a familia da mãe. Se todos tivessem 2 palmos de testa todos teriam a ganhar. A criança teria à sua disposição a familia completa e os pais teriam a sua vida reencaminhada sem chatices e continuaria com o filho nos braços.

Simples não?

Deveria, mas não é, cada vez mais se vêem casais que usam os próprios filhos como vingança, como chantagem.

Um filho é uma dádiva, não é uma arma de arremesso.


14 comentários:

  1. Mesmo não sendo Mãe e nem estando nos meus planos ser, é das coisas que mais me aflige nos casais. Assisti a muitos divórcios durante o estágio, e acho que fiquei (ainda mais) traumatizada. Tens toda a razão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a maior parte dos divorcios sao assim... brigas e mais brigas e chantagem com o tempo dos filhos, sem sequer lhes pedirem a opiniao... é ridiculo.

      Eliminar
  2. "Um filho é uma dádiva, não é uma arma de arremesso"

    Muitos não pensam assim, infelizmente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. dizes bem, infelizmente, porque deveriam pensar.

      Eliminar
  3. Incrível como há pais que não percebem o quanto prejudicam os filhos com essas atitudes tão egoístas... Tens toda a razão no que dizes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mais tarde muitos arrependem-se de terem usado nos filhos na batalha contudo o arrependimento nao apaga o estrago feito.

      Eliminar
  4. Sabes... Não existe divórcio de filhos, mas há pais/mães que nunca chegam a casar com eles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e chamas a isso maes e pais? sao apenas uns badamecos que mandaram uma queca nada mais

      Eliminar
  5. Não sei se devo, mas estou a ler nas entrelinhas...

    Beijo grande.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nao querida nao é o que tu estás a pensar, este texto surgiu após ter visto uma casal de colegas cometer uma grande asneira "familiar"

      Eliminar
    2. Por um lado, ainda bem... Por outro, nem por isso.

      Os adultos não aprendem...

      Eliminar
    3. nop, deveriam ser os que têm mais juizo mas afinal sao os k cometem mais asneiras

      Eliminar
  6. Estou completamente de acordo com o post!

    ResponderEliminar